CURAÇAO

Essa é a maior ilha das antigas Antilhas Holandesas e também uma das mais industrialmente desenvolvidas da região. Na urbana capital Willemstad, as casas são coloridas o que enche a cidade de personalidade. Curaçao faz parte das ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao). Possui 38 praias e muitas opções de lazer e passeio.

ONDE ir

CURAÇAO

  • Ilha Klein Curaçao
  • Parque Nacional de Shete Boka
  • Punda
  • Ponte Flutuante
  • Praia Kenepa Grandi

ONDE ficar

CURAÇAO

  • Bahia Española: tem ótimo hotéis para ir com crianças.
  • Piscadera Bay
  • Jan Thiel

O QUE fazer

CURAÇAO

  • Ilha Klein Curaçao: é uma pequena ilha que só se chega de barco. Os turistas embarcam em um catamarã onde é servido café da manhã e almoço a bordo. Na ilha não há habitantes, apenas um farol antigo e um barco naufragado. Você pode caminhar pela areia branca e fininha ou fazer snorkel para ver as tartarugas.
  • Parque Nacional Shete Boka: fica na ponta extrema de Curaçao, bem próximo a praia Kanepa Grandi. A beleza do lugar é realmente incrível e o parque é pouco visitado.
  • Punda: é aqui que fica o centro histórico, com suas casinhas coloridas em estilo colonial holandês e as principais lojas de roupas de grife, perfumes e joias. É região onde fica a Ponte Flutuante, de 1888 e conecta os distritos de Punda e Otrobanda. Vale a pena observar a engenhosa abertura da ponte para as passagens dos barcos e navios que atracam por ali. Do outro lado da ponte, no distrito de Otrobanda, onde tem o Renaissance. A entrada do Hotel é um shopping com lojas de grife internacionais, artesanato, joias e restaurantes, além do Forte Rif.
  • Praia Kenepa Grandi: você não pode deixar de ir. Sem dúvida, a praia mais bonita de Curaçao. Ao chegar já é possível ver a beleza incrível da praia pelo mirante. É possível estacionar sem custo e também utilizar gratuitamente as barracas para se proteger do sol.

NOSSAS dicas

CURAÇAO

  • Há muitas praias para visitar em Curaçao, a maioria delas são públicas, mas também há praias privadas que cobram uma taxa. Geralmente o turista paga baratinho para acessar e poderá usufruir da estrutura como espreguiçadeiras e banheiros. Se for passar o dia em alguma praia pública não se esqueça de levar comida e bebida, pois muitas delas não têm nem uma vendinha para comprar alimentos.
  • Se você chegar por volta de 22h para jantar, provavelmente não encontrará a cozinha aberta. Aqui os turistas fazem happy hour.
  • Em Curaçao alugue um carro, pois as praias ficam distantes (cerca de 40 minutos do Centro) e vale a pena rodar para conhecer cada uma delas. Há taxis disponíveis, mas acaba saindo bemmm mais caro.
  • Não é exigido visto, mas é preciso do certificado internacional de vacinação contra febre amarela.