SANTIAGO

A capital do Chile é encantadora, não só pela proximidade da Cordilheira dos Andes, ou as inúmeras vinícolas, mas também pelo misto de construções antigas e atuais, com o reflexo no imponentes edifícios da história de Santigo. Não importa se no inverno ou no verão, a capital chilena é encantadora o ano todo.

ONDE ir

SANTIAGO

  • Cerro Santa Lucia – San Cristóvão
  • Cajón Del Maipo
  • La Moneda
  • Plaza de Armas – Palacio de la Real Audiencia
  • La Chascona
  • Mercado Central
  • Vinicolas

ONDE ficar

SANTIAGO

  • Centro: no centro de Santiago é onde você pode fazer as principais atrações a pé e por incrível que parece os turistas encontram hospedagens mais baratas.
  • Lastarria: o bairro é próximo dos Centro e oferece bons preços e ótima localização. É um bairro animado, sem ser agitado. Tem diversos bares charmosos, supermercados e da faculdade de Santiago.
  • Providência: geralmente os turistas escolhem esse lugar para se hospedar. Aqui ficam lojas, cafés, restaurantes, casas de câmbio e fica próxima também ao Shopping Costanera.
  • Las Condes: é o bairro mais distante do centro da cidade e a área mais moderna e luxuosa. Aqui há mais tranquilidade, com ruas mais calmas, menos agitação noturna. Nesse bairro também tem shopping e com uma vista muito bonita para os Andes.

O QUE fazer

SANTIAGO

  • Cajon del Maipo: é um lugar lindíssimo aos pés da Cordilheira dos Andes, onde se formam pequenos rios deslumbrantes. Não importa se com ou sem neve, vale o passeio.
  • La Moneda: é onde fica o Governo do Chile. Na frente uma praça moderna, aos fundos outra tradicional. Para conhecer o interior o presidente não pode estar na residência e a vistoria é rigorosa. Além disso, no subsolo tem um incrível museu de arte de Santiago.
  • Cerro Santa Lucia o Cerro San Cristóbal: se for para escolher o cerro de Sta Lucia tem uma visibilidade mais bonita da cidade, no entanto é mais baixo. No cerro San Cristóvão você pode se decepcionar. Em dias claros a poluição não deixa a visibilidade ser tão encantadora
  • Plaza de Armas: é o coração da cidade e a partir dali tudo acontece. É onde fica o Palacio de la Real Audiência, que hoje abriga o Museu Nacional. A praça também é destino de muitos artistas de rua.
  • La Chascona: é uma das casas do poeta Pablo Neruda no Chile. É uma viagem na poesia e na história do aristocrata chileno, que se confunde com a história do país. A casa é projetada em formato de navio e ainda estão conservados os objetos que fizeram parte da vida de Neruda.
  • Santigo e seus arredores oferecem ótimos tours de vinhos. Passeio pelos vinhedos e até degustação. Desde as mais famosas Concha Y Toro, Santa Rita e Undurraga, a mais nova atração, e autentica vinícola, Casa Del Bosque. São lugares incríveis e característicos e claro, merecem um passeio demorado.

NOSSAS dicas

SANTIAGO

  • São muitos museus em Santiago, se tiver que optar inclua o Museu dos Direitos Humanos e o Museu Nacional. Ninguém deveria deixar de fora do roteiro esses dois lugares.
  • Não deixe de ir ao Mercado Central. Aos amantes dos frutos do mar a rainha daqui é a Centola, ou Centóia chilena.
  • O boulevard Patio Bellavista é um lugar para almoçar, jantar, tomar um sorvete, fazer um lanche ou até fazer compras. É agradável e bem-conceituado.
  • Assim como o bairro Lastarria, o bairro Italia é outro lugar que os turistas podem caminhar ao ar livre, parar para um café, apreciar o artesanato, livrarias e lojas de antiguidades. Com valores bem acessíveis.
  • Outro lugar com uma exuberante é o concorridíssimo Restaurante Giratório. Com menu internacional de carnes, frutos do mar e massas em uma plataforma rotativa com vista panorâmica da cidade.
  • Daqui de Santiago ainda saem voos para a belíssima Ilha de Pascoa.
  • O vale da neve do Chile é incrível, mas para apreciar esse passeio dê uma passadinha no tópico Destinos da Neve.

Valparaiso e Viña Del Mare

A um pulo de Santiago fica duas grandes atrações do Chile, as cidades de Valparaiso e o balneário Viña Del Mare.

Valparaíso já sofreu muito com os terremotos e por isso a cidade é dividida em dois. Nos morros uma bela vista para o mar. O transporte é por ascensores ou por vielas estreitas, onde fica mais uma casa museu de Pablo Neruda. Na parte baixa, o centro velho de Valparaíso é mais comercial, onde fica o Congresso do Chile, um lugar que hoje carrega muita história.

 A vizinha Vinã del Mar é moderna e luxuosa. Na orla beach clubs e restaurantes conceituados. O por do sol do Pacífico é incrível e facilmente você encontra neste momento um lugar para tomar um bom vinho ou espumante, regado a muita música.