VATICANO

Há uma expressão mundial: “É como ir a Roma e não ver o Papa”. E ela é bastante usada. Porque ir a Roma e não ver o Papa é um crime, inafiançável. Você encontra pessoas de todas as religiões e todos comungam da mesma expectativa, de paz e amor. Vá a Roma e perca alguns dias para apreciar o Vaticano.

ONDE ir

VATICANO

  • Basílica de São Pedro.
  • Museus do Vaticano
  • Angelus
  • Audiência Papal

O QUE fazer

VATICANO

  • Você tem duas oportunidades na semana para ver o Papa Francisco na quartafeira, às 10h na Audiência Papal e no domingo na oração de Angelus ao meio dia, que acontecem na Piazza de San Pietro.
  • Praticamente tudo no Vaticano gira em torno da incrível Praça San Pedro. A praça foi desenhada por Bernini, no centro há um Obelisco que foi trazido a Roma e segundo a Igreja mãe no topo existem pedaços da cruz de Cristo.
  • A Basílica de San Pedro é incrivelmente deslumbrante e tem grandes obras de arte como a Pietà de Michelangelo, o Túmulo de São Pedro e o Baldaquino de Bernini.
  • O Museu do Vaticano é incrível. Pode ser comparado ao Louvre, só que bem menor. Talvez seja por isso que ele é incrível e claro, além de todas as obras de arte tem a Capela Sistina.
  • A Capela Sistina é tudo o que falam e mais um pouco. Ela é um extenso afresco renascentista feito por Michelangelo e um dos tesouros da Santa Sé. Passe horas admirando as cenas de Genesis e do Juízo final estampada nas paredes e teto. E claro, sairá de lá anestesiado que até esquecerá a dor no pescoço.

NOSSAS dicas

VATICANO

  • Para entrar no Vaticano você passa por detecto de metais, então evite levar mochilas ou bolsas carregadas.
  • O Vaticano não é só missa, mas também um museu a céu aberto. Admire a circunferência da Piazza São Pedro, onde tem diversos santos.
  • Você está em um pequeno país dentro de uma cidade. Então, não deixe curtir cada cantinho da Praça e Basílica de São Pedro onde acontece as aparições papais. É na Basílica e claro, não deixe e investir nos Museus do Vaticano
  • A igreja Católica não é mais a mesma depois do Papa Francisco e isso você consegue perceber no número de visitantes e de todas as religiões. É comum ver árabes, judeus, maçons, evangélicos, entre tantas outras religiões ali, inclusive com suas roupas típicas. Você vai cruzar com mulheres de burca, homens de turbante, mães de santo, budistas, entre tantos outros.
  • A principal mudança no Vaticano está justamente dentro do Museu do Vaticano. Nos jardins há um espaço para o Happy Hour, com um “bar” que vende além de lanches, suco e água, taças de vinhos. E fora tem música ao vivo. Isso mesmo. Música ao vivo!
  • Lembre-se de não usar saias curtas, decotes e ombros de fora em respeito a Santa Fé. Apesar de tantas nuds presentes nos afrescos e imagens.
  • Ver o Papa de longe no domingo é emocionante, mas ver de perto na quartafeira é surreal para quem admira a “Vossa Santidade”. Os Museus do Vaticano é outra paixão à parte não deixe de ir.
  • Aproveite os souvenirs, são baratos mesmo. Olhou, comprou, não deixe pra depois.