VENEZA

A famosa e romântica Veneza é a cidade das 100 ilhas. Não há como não se apaixonar pelas vielas e canais por onde barcos e gondolas se cruzam o tempo todo. E longe dos maus comentários, Veneza não tem aquele cheiro forte e leis duras mudaram a cara da cidade, que é super atraente.

ONDE ir

VENEZA

  • Piazza Duomo
  • Basílica de San Marco
  • Palácio Ducal
  • Campanário
  • Ilhas de Murano e Burano
  • Basílica de Santa Maria Della Salute

ONDE ficar

VENEZA

Não é nada fácil escolher onde se hospedar em Veneza, já que é uma cidade cheia de peculiaridades. Por isso, encontrar uma boa localização fará toda a diferença.

  • Se a ideia é economizar fique próximo à Estação Santa Lucia, ali é a porta de entrada de Veneza e se consegue fazer tudo a pé.
  • Canarregio é um bairro atraente, tranquilo e mais em conta mas pense que em algum momento terá que usar transporte.
  • San Marco é o menor bairro de Veneza, mas também é onde se concentram os pontos turísticos. É uma ótima referência, já os preços altamente salgados.
  • Castello não é tão agitado e é onde fica a Bienal de Arte. Mas lembre-se, quanto mais distante, maior o deslocamento.
  • San Paolo é uma das áreas mais antigas é próximo a San Marco e Rialto. É bem cheio, já que os bares e restaurantes se concentram nessa área. E apaixonante.
  • Santa Croce tem preços razoáveis e também é uma das portas de entrada de Veneza na Piazzale Roma.
  • Bairro universitário é o point de Veneza à noite. Ele está longe dos pontos turísticos, mas perto da agitação noturna.
  • Se optar por preços menores se hospede nas cidades vizinhas, Mestre ou Campalto. Os ônibus saem em poucos minutos da central até Veneza.

O QUE fazer

VENEZA

  • Piazza San Marco – onde estão vários pontos turísticos importantes de Veneza, mas uns merecem mais carinho e tempo. É o caso da Basílica de San Marco, que é de tirar o fôlego.
  • A Torre do campanário – é linda, não pense duas vezes, suba. A vista é deslumbrante.
  • O Palácio Ducalle – abriga o museu Correr, o Arqueológico Nacional e a Biblioteca Nacional. Logo ali atrás tem a Ponte dos Suspiros, que é linda.
  • Ir as ilhas de Murano e Burano – é uma grata surpresa. Saia cedo e aprecie os artesãos com a mão na massa e fazer as esculturas de vidro delicadamente. Já em Burano as casinhas coloridas são um charme.
  • Compras – Você encontrará lojinhas por toda Veneza. Mas os preços são sim bem salgados. No MacDonalds você encontra lanches com preços atraentes, mas quem resiste uma espumante a beiro dos canais¿
  • Aproveite a cidade e tudo o que ela proporciona.

NOSSAS dicas

VENEZA

  • Faça a reserva on line para visitar a Basílica de São Marcos ou fique horas na fila. Sim, tudo ali é ouro, então peca muito tempo observando os detalhes.
  • Vá a Praça de San Marco de dia e a noite. São dois cenários diferentes.
  • Não leve mala pesada e nem grande. Ou, use o serviço de carregador. Porque não é nada legal arrastar rodinhas pelas vielas.
  • Cuidado com os batedores de carteira. Não em Veneza, mas nos vaporetos e ônibus.
  • Só se aventure pelas vielas se tiver Mapa, ao contrário é facilmente se perder, não no sentido literal.
  • Passear de gondola não é nada romântico, é caro, mas vale a vista. Veneza a noite é inesquecível.
  • ATENÇÃO: Cuidado com as leis mais rígidas na cidade dos canais. Não ande sem camisa, nem pense em colocar os pezinhos em nenhum canal, nem mesmo para foto e não sente, em hipótese nenhuma, nos degraus para comer ou descansar. Tudo isso dá multas horrendas. Ah! Se a opção é take-away come discretamente enquanto anda pelas vielas.