MADRI

Ao contrário do que pensam, Madri é uma cidade pequena, elegante e divertida. O berço de acervos de arte oferece dias especiais e cheios de descobertas. Onde o amor é livre, você respira arte e tem música em qualquer lugar. Passear pela cidade a pé já é um presente.

ONDE ir

MADRI

  • Calle Gran Via
  • Círculo de Belas Artes
  • Puerta del Alclá
  • Parque del Retiro
  • Museu do Prado
  • Teatro Real
  • Palácio Real
  • Plaza Mayor
  • Mercado San Miguel
  • Museu Reina Sofia

ONDE ficar

MADRI

  • Região do Sol – fica próximo a Puerta del Sol. Onde é fácil chegar a pé aos principais pontos turísticos de Madri. Bastante movimentado, pois na Plaza Mayor há inúmeros restaurantes e bares. E claro, os preços não são muitos atrativos
  • Região de Callao – é onde fica a Calle Gran Via, é uma importante avenida onde ficam os antigos cinemas, prédios históricos, bares e restaurantes. É o coração de Madri. Uma linda mistura do novo com o antigo e um lugar muito central.
  • Região de Salamanca – um bairro mais luxuoso, onde os turistas ficam longe, mas há também turistas que gostam de hospedagens luxuosas.
  • Região Latina – Um bairro boêmio e mais frequentado pelos madrilenhos. Além das feirinhas, um ótimo serviço de metrô e hospedagens mais em conta.
  • Região Paseo del Prado – do lado do Parque del Retiro e do Museu del Prado é uma região de hotéis antigos, mas não menos luxuosos.
  • Bairro de las Letras – é o berço de Cervantes e demais escritores memoráveis da Espanha. O bairro é Boêmio e pouco procurado pelos turistas, e é do ladinho da Região Latina.

O QUE fazer

MADRI

  • Gran Via – vai da Praça da Espanha até a Prefeitura. Tudo passa ou leva a Gran Via. Dá pra fazer a pé e curtir pequenas paradas ao longo do percurso. Você vai se surpreender com as livrarias e sebos. Além de chegar no Círculo de Belas Artes e a Fuente Cibele. Mais alguns passos você chega na estonteante Puerta de Alcalá a dois passos do Parque Del Retiro
  • Parques – Madrid é cheia de lindos parques, com fontes, chafariz, casa de cristal e merecem passeios demorados.
  • Museu do Prado – é onde a coleção de arte espanhola e europeia repousa e recebe milhares de apreciadores. Só a fachada já é uma obra de arte.
  • Templo del Debod – é o endereço certo para assistir o pôr-do-sol. O Templo del Debod é uma obra prima grega, fora da Grécia. Aproveite também os lindos jardins do templo.
  • O Palácio Real é ainda a casa do monarca e aberto a visitas. Pise no jardim real e veja de perto obras de Velázquez e Goya
  • Museu Reina Sofia – abriga a coleção de arte contemporânea de Madri, como grandes artistas como Dali, Miró e Picasso.

NOSSAS dicas

MADRI

  • O metro funciona muito bem, é super fácil de usar e muito acessível.
  • Que tal perder um tempo no Mercado de San Miguel, lá você encontra a magia da gastronomia espanhola.
  • Passeio de Castelhana é uma importante avenida onde tem o centro nervoso da cidade e também leva até o Estádio Santiago de Bernabeu, a casa do Real Madrid.
  • Os bares servem chopp a 1€ com uma mini porção de tapas, que pode ser batata ou salgadinhos, tradicionalmente chamadas de ração. Uma boa pedida para à noite em Madri.
  • Mas se você que agitação, procure pelos bares El Montadito e o Sidreria Del Tigre Bar ou vá dançar na Joy Eslava Madrid ou no Badalado Teatro Kapital. Á você vai encontrar sete andares com sete ritmos diferentes.
  • Curiosidade: Não deixe de provar os churros de Madri. Os pequenos são chamados de churritos e os grandes de porras. Eles são servidos com calda de chocolate à parte.
  • Aprecie os vinhos espanhóis, são inúmeros rótulos que saem mais barato que um refrigerante.